US: +1 (707) 877-4321 FR: +33 977-198-888

English Français Deutsch Italiano Español Русский 中国 Português 日本

FAVORITES MY CART

Movimentos da arte 1/2

FREE Shipping. FREE Returns All the time. See details.

Movimentos da arte 1/2

Houve, e há, muitas escolas, movimentos, grupos e estilos na arte, para fazer a vasta selecção de obras de arte que temos aqui disponíveis para si. Eis uma muito breve introdução aos mesmos.

 
Expressionismo Abstracto
Este movimento de arte Americano, posterior à 2ª Guerra Mundial foi o primeiro a alcançar influência internacional para New York, e colocou-a no centro do mundo da arte ocidental, ocupando o lugar de Paris.
Avant-garde, rebelde, anárquico e niilista,  Mark Rothko, Franz Kline, Barnett Newman, Willem De Kooning e Jackson Pollock salpicaram tinta livremente, ao mesmo tempo que faziam a arte pular e avançar.
 
 
 
Academicismo
Um estilo de pintura e escultura sob a influência das academias de arte Europeias, tem a tendência para consolidar a arte para mantê-la segura.
Artistas Académicos, como  Paul Delaroche e Thomas Couture, seguiram os padrões da Academia Francesa de Belas-Artes, e os movimentos do Neoclassicismo e Romantismo, que preferiam preservar a arte existente em oposição a fazê-la avançar rápido demais.
 
 
 
Art Deco
As nossas impressões do trabalho de Tamara de Lempicka mostram bem o estilo ecléctico, decorativo e ornamental deste estilo artístico e de design que começou em Paris na década de 1920 e floresceu internacionalmente ao longo da década de 1930 até à 2ª Guerra Mundial.
Este estilo influenciou arquitectura, design de interiores, design industrial, moda e joalharia, bem como as artes visuais. Foi enriquecido com elementos retirados do Cubismo, Constructivismo e Futurismo.
 
 
 
Art Nouveau
Inicialmente nomeado em Paris como Style Mucha após os decorativos e distintos motivos de “chicote” presentes nos posters do artista Checo Alphonse Maria Mucha, veio a tornar-se uma filosofia internacional envolvendo arquitectura, artes aplicadas, e especialmente a arte decorativa, que era muito popular durante 1890-1910.
Henri De Toulouse-Lautrec e Gustav Klimt deixaram marca no estilo de design com as suas curvas características formadas por linhas dinâmicas, ondulantes e fluidas, voando num ritmo sincopado.
 
 
 
Escola Ashcan
Oito artistas e ilustradores de jornal Americanos, incluindo John Sloan e Robert Henri, formaram este movimento artístico realista durante o início do século 20, sendo melhor conhecido por retratar cenas da vida do dia-a-dia nos bairros mais pobres de New York.
Robert Henri “queria a arte semelhante ao jornalismo. Ele queria a pintura tão real como a lama, como os blocos de estrume de cavalo e neve que gelaram na Broadway no Inverno”
 
 
 
Barroco
Iniciado em 1600 em Roma, o estilo expandiu-se na Europa, apresentando uma exagerada iluminação, emoções intensas e libertação da contenção num período de sensacionalismo artístico.
Parte da Contra-Reforma, o movimento afirmou a profundidade emocional da fé Católica e glorificou o poder e a influência tanto da igreja como da monarquia, em resposta directa  à reacção puritana da Reforma.
 
 
 
Cubismo
O movimento de arte avant-garde Cubismo, iniciado por Pablo Picasso,  Georges Braque, Fernand Léger e outros, atingiu a Europa com a força de uma revolução no início do século 20.
Os pintores Cubistas subitamente procuraram analisar os seus obectos modelos  de forma diferente, para depois os partirem e voltarem a montar em formas abstractas, não representando objectos sob um ponto de vista, mas sob uma multiplicidade de visões, para dar um contexto diferente ao objecto.
 
 
 
 
Dadaísmo
Artistas avant-garde, também no início do século 20, reagiram violentamente aos horrores da 1ª Guerra Mundial, culpando a razão e a lógica da sociedade capitalista e burguesa pelo derramamento de sangue.
Com início em Zurich, Suiça em 1916 e ramificando-se até Berlim, Dadaístas como Georg Groz e Marcel Duchamp saíram do seu caminho para premiar o non-sense, a irracionalidade, o caos e a intuição como a sua cura para as normas vigentes, que no seu entender se tinham tornando bastante erradas.
 
 
 
Idade de Ouro Holandesa
Mestres pintores  Rembrandt van Rijn e Johannes Vermeer floresceram na sua criatividade na chamada Era Dourada Holandesa, que grosso modo cobriu todo o século 17. Neste período o comércio, ciência, poderio militar e arte Holandeses atingiram aclamação mundial
 
 
 
 
Pintura Flamenga
A carreira do pintor Jan van Eyck nos Países Baixos cobriu o período entre os séculos 15 e 16, conhecido como o período da Pintura Flamenga.
Pintores, como Hans Memling e Rogier van der Weyden, trabalharam especificamente nas prósperas cidades de Bruges e Ghent. O final deste período foi marcado pela morte de Pieter Bruegel o Velho em 1569. 
 
 
 
 
Renascimento
Os espantosos talentos de  Masaccio, Fra Angelico, Paolo Uccello, Piero della Francesca e Verrocchio agraciaram este período da Renascença Italiana entre o início do século 15 até ao final do século 16, centrado na famosa e cultural cidade de Florença.
 
 
 
Experimental
Experimentação em arte – existe praticamente sempre e quando arte é feita.
Um artista consistentemente experimental e surrealista foi Joan Miró, o pintor, escultor e ceramista Espanhol Catalão, nascido em Barcelona, que viveu entre 1893 e 1983.
Miró sempre expressou desprezo pela pintura convencional, vista por ele como um suporte da sociedade burguesa. Numa declaração famosa, afirmou que o seu trabalho era um “assassinato da pintura”
 
 
 
Expressionismo
Originado no início do século XX, na Alemanha, este movimento de arte avant-garde com pintores como  Ernst Ludwig Kirchner e Franz Marc, apresentou o mundo apenas num modo subjectivo, distorcendo-o à sua vontade para obter efeito emocional e para evocar estados de espírito ou ideias, muitas das quais continham angústia e ansiedade emocional.
 
 
 
Fauvismo
Chamado les Fauves (Francês para “as feras”) no início do século 20, pela sua preferência pelo selvagem e uso livre de cores forte em detrimento de valores representativos, um grupo de artistas liderado por Henri Matisse e André Derain, deu nas vistas de formas ousadas e belas em somente três exibições em Paris, entre 1904-1908.
 
 
 
Arte Folclórica
Arte Folclórica, tal como as pinturas de Anna Robertson Moses em Inglaterra, é arte feita pelas massas: nativos indígenas, camponeses e outros artesãos. É na sua maioria utilitário e decorativo, frequentemente num estilo ingénuo, naïve, em vez de procurar ser puramente estético, como a bela arte.
 
 
 
 
Romantismo Alemão
Um movimento dominante nos finais do século 18 e inícios do século 19 em todos os aspectos da cultura Alemã, os românticos Alemães tentaram forjar uma nova síntese de filosofia, ciência e arte, olhando para trás para a Idade Média como um tempo mais simples e de maior união. A intemporalidade da natureza também obteve largo destaque nas pinturas de Caspar David Friedrich, por exemplo. 
 
 
Gótico
Este estilo de arte Medieval desenvolveu-se em França a partir da arte Românica em meados do século 12 e acompanhou o advento da arquitectura Gótica.
Em frescos e pinturas de Giotto,  Duccio di Buoninsegna e Gentile da Fabriano, as figuras religiosas tornaram-se mais pequenas em relação à paisagem de fundo e tornaram-se mais expressivas.
 
 
 
 
Alto Renascimento
O espectacular desabrochar da criatividade na Renascença Italiana alcançou o seu pico nos cerca 30 anos entre 1490 e a década de 1520, quando Leonardo da Vinci, Michelangelo e Raphael (é necessário dizer mais?) pintavam em Roma, sob o patronato do Papa Júlio II.
 
 
 
Escola de Hudson River
Um grupo de pintores de paisagens Americanos e românticos de meados do século 19, liderados pelo fundador Thomas Cole, pintou visões românticas do Vale do Rio Hudson e áreas circundantes, incluindo Catskill, Adirondack e as White Mountains.
 
 
 
Impressionismo
O agora bem-amado trabalho deste movimento de arte baseado em artistas de Paris durante as décadas de 1870 e 1880, começou por encontrar uma dura oposição da comunidade de arte convencional em França.
Impossíveis de dissuadir, Claude Monet, Pierre-Auguste Renoir, Eduard Manet e outros, pintaram sujeitos comuns dando importância às suas telas, frequentemente ao ar livre com pequenas pinceladas de modo a capturar de forma belíssima as mutáveis qualidade da luz.
 
 

  

Documents published recently

ArtsDotCom FAQ 1/2 (Frequently Asked Question, FAQ, F.A.Q.)

What We Offer, How to Search, What kind of photos can be used to paint, Photo portrait, Mockup, How do I Get My Photos to You, What guarantee do I get, How much will a portrait cost...


ArtsDotCom showcase - Some example of paintings made in ArtsDotCom studio

Every day in their studio at ArtsDotCom, our team of expert artists is busy making excellent reproductions of art masterpieces as real oil paintings for the best wall of your home or office. As can be seen from the examples shown here, they do a very good job. Using the best quality oil paint, and the support canvas, our staff artists patiently and faithfully reproduce well-known works in western art, only when they receive orders from our customers.


Top 10 Famous Impressionist Artists of All Time

Impressionism refers to a type of painting that was developed back in the 19th century. According to studies related to art, impressionism has its roots in Paris, France and became popular as a result of strings of individual exhibitions that were hosted by impressionists. At the time, impressionism was greatly opposed by the Orthodox Church as well as traditional art society. However, with time, it has managed to develop into one of the most essential forms of art that are appreciated universal...


ArtsDotCom FAQ 2/2

Hand made oil reproductions options - Prints - Wall mural paintings - Frames - Group set oil paintings - Painting from a photo - Delivery - Payment - Warranty


Art Movements 2/2

There were, and are, many schools, movements, groups and styles in art, to make up the wide selection of artwork that we have available for you here. Here is a very brief introduction to them.


Art Movements 1/2

There were, and are, many schools, movements, groups and styles in art, to make up the wide selection of artwork that we have available for you here. Here is a very brief introduction to them.


10 Most Famous Paintings of all Time

Art collectors from all over the world spend millions of dollars annually in acquiring some of the most famous paintings of all times. However, there are several who would love to own famous works of art but can not afford to pay the shockingly high prices. This is where you can make use of art reproduction provided by ArtsDotCom. These works appear exactly like the original ones, letting you enjoy the art without actually paying a fortune. Here are the ten most famous paintings of all times tha...